Feministas e sagitarianas, Ariane, Bárbara e Fernanda se uniram para dar a sua contribuição na luta contra a desigualdade de gênero e suas diversas formas de expressão. Juntas elas criaram o #MinasProgramam e já contam com o apoio de muita gente bacana que acredita nessa ideia.

Nesse vídeo as criadoras do #MinasProgramam falam sobre questões de gênero e tecnologia para a campanha #PQmulher da MTV Brasil:

Ariane Cor
Ariane atua na área de tecnologia como gerente de projeto, designer, ilustradora e prog-amadora há 15. Diretora de arte no Hacklab, estudante de Ciências Sociais na FFLCH – USP e ativista feminista, foi sócia na Agencia Iara e integrante da ONG Casa de Lua.

Bárbara Paes
Formada em Relações Internacionais na USP e colaboradora da revista Ovelha, onde escreve sobre temas relacionados a cultura, racismo e representatividade. Atualmente, cursa pós-graduação em Cultura, Educação e Relações Étnico-Raciais.

Fernanda Balbino
Formada em Relações Internacionais pela USP, Fernanda trabalha com política e direitos humanos.

Jéssica Osko
Estudante de Sistemas de Informação e Desenvolvedora Web. Atua como professora do curso Minas Programam desde junho de 2017.

Marylly Silva
Bacharel em Sistemas de Informação (UMESP, 2013), pós graduada em Gestão Pública (FESPSP, 2015). Trabalha com desenvolvimento de software há 12 anos, atuou como desenvolvedora e arquiteta de soluções no projeto OpenSource Aberto Mapas Culturais de mapeamento cultural em conjunto com o Ministério da Cultura Brasileiro. Instrutora de desenvolvimento de software por hobby. Atua como professora do curso Minas Programam desde junho de 2017.